banner

domingo, 13 de abril de 2014

Planos de saúde Bradesco Brasília

Bradesco Saúde Vendasseguro saúde Bradesco . Com o plano de saúde empresarial Bradesco sua família e sua empresa estarão cobertos com o que há de melhor em assistência médica.
Segurança, confiabilidade e tradição, são palavras que definem bem o
Você pode ter o melhor plano de saúde de Brasília com mensalidades menores e ampla rede médica e hospitalar para atendimento. A Bradesco tem uma tabela especial para nossa região e descontos para os planos de saúde empresariais.

Faça sua cotação Bradesco Saúde online, planos a partir de 3 vidas, acesse www.bradescovendas.com.br

Os planos de saúde Bradesco também oferecem o sistema de reembolso. Veja quais são os reembolsos dos planos Bradesco Saúde:

Bradesco Saúde    Reembolso
Perfil ....................................................   R$ 78,21
FLEX  ...................................................  R$ 78,21
TOP PREFERENCIAL  .......................  R$ 78,21
TOP NACIONAL  ...............................  R$ 78,21
NACIONAL 2  ....................................   R$ 156,41
NACIONAL 3 .....................................   R$ 234,62
NACIONAL PLUS 4   .......................... R$ 312,83
NACIONAL PLUS 6   .......................... R$ 469,24
NACIONAL PLUS 8  ..........................  R$ 625,65

(61) 4063-9807  4004-0435 Ramal 1506 - Ligação local nacional
Celular Vivo Bradesco Saúde (61) 9824-4049 / Celular Oi Bradesco Saúde (61) 8533-7766 / Celular Tim(61) 8354-5000

Planos de saúde SulAmérica

SulAmérica Saúde Vendas
A SulAmérica Seguros tem ótimas opções em planos de saúde para sua empresa ou família. Além da ampla cobertura, atendimento nacional e os melhores hospitais de Brasília e região, a SulAmérica tem os menores valores e planos sem carências para 10 pessoas ou mais.

Você ainda pode contar com o sistema de LIVRE ESCOLHA da SulAmérica que permite a você utilizar serviços médicos não credenciados e solicitar o reembolso.

Aqui na REDECARE você encontra médicos, clínicas e laboratórios que cobram pela consulta o valor coberto em seu reembolso, dessa forma você poderá fazer suas consultas e ter 100% do valor pago de volta. Baixe a tabela de reembolso SulAmérica aqui.

Veja aqui a rede de médicos REDECARE onde suas consultas ficam pelo valor do reembolso.


Para fazer seu plano de saúde SulAmérica em Brasília, acesse www.sulamericavendas.com.br/planos-de-saude/brasilia

HOSP. OFTALMO DE BRASÍLIA

QD SGAS 607 BL G AV L2 SUL
(61) 3442-4000 ASA SUL

CAU HOSPITAL UROLÓGICO DE BRASÍLIA

QD SHPS 714 914 BL C S 106 STA. MARIA
(61) 3345-9301 ASA SUL

HOSPITAL DO CORAÇÃO DO BRASIL

ST SHLS S N QD 716 CJ G
(61) 3213-4000 ASA SUL

CLÍNICA CARPANEDA CIRURGIA PLÁSTICA

SHI SUL HPP QI 09 CJ E BL 01 S N SLS 4 5 6 SUBSOLO
(61) 3364-3300 LAGO SUL

HOSP. UNIMED

ST SHLS 716 CJ A
(61) 3962-4409 ASA SUL

SANTA LÚCIA

ST SHLS CONJUNTO C 716 BL A E B
(61) 3445-0000 ASA SUL

HOSPITAL SANTA LUZIA

ST SHLS 716 SHLS 716 CJ E
(61) 3445-6000 ASA SUL

HOSP. SÃO LUCAS

QD SEPS 715 915 S N CJ A BL B
(61) 3445-5000 ASA SUL

PRONTO NORTE HOSP. PS MAT.

BL. SEPN 515 BLOCO E 7 BL G LT 7
(61) 3448-9100 ASA NORTE

HOSP STA. HELENA

ST. SHLN 516 CJ D
(61) 3215-0000 ASA NORTE

HOSPITAL ALVORADA DE BRASÍLIA

QD SEPS 710 910 S N CJ B BLOCO 1 E 2
(61) 3442-9200 ASA SUL

sábado, 12 de abril de 2014

Dr. Rodrigo Camargo

CLÍNICA MEDCORPO
Rua 6, nº 135 no Setor Aeroporto
Telefone: (62) 3225 2656
 
Dermatologista. Formado e especializado no Rio de Janeiro, na UNIGRANRIO e Hospital Santa Casa, respectivamente.  6 anos de experiência na área de dermatologia e trabalhou como Referência do setor público na Zona Oeste do Rio.
 
Principais qualidades:
  • Relação médico-paciente;
  • Dermatologia clínica e cirúrgica;
  • Cosmiatria.
 Atendimento 
  • Particular;
  • RedeCare
RedeCare é uma rede de médicos, clínicas e laboratórios que participam de um programa especial de reembolso. Para utilizar esse serviço gratuitamente, basta que você tenha um dos planos de saúde listados em nosso site com opção de Reembolso.

Ao apresentar seu cartão do plano de saúde o médico verificará o valor correspondente ao seu reembolso e então cobrará pela consulta o mesmo valor, dessa forma você poderá solicitar e receber o valor integral  pago pelo atendimento.

ATENÇÃO: se o médico faz parte de sua rede de atendimento, não haverá necessidade de efetuar qualquer pagamento. O objetivo desse serviço é ampliar sua rede médica através de parcerias com profissionais não ligados a seu plano de saúde.


O que são e como funcionam as carências dos planos de saúde?

Muitas pessoas, quando nos ligam, dizem ter a informação de que o plano de saúde não pode mais ter carências; outras acreditam que por estarem vindo de outros planos de saúde serão isentas de todas as suas carências; outros ainda se revoltam com os prazos estipulados pelos planos de saúde.

Também não é raro recebermos ligações de gestantes que querem fazer o plano para garantir o parto e acabam perplexas ao saber que a carência, para esse procedimento, é de 10 meses. Há ainda as que querem adiantar as parcelas do plano para ter a cobertura.

No entanto, antes de prosseguir, vamos entender o que são carências. Chamamos de carência o período estipulado pela operadora ou seguradora durante o qual o usuário pagará suas mensalidades sem ter direito a utilização de certos procedimentos. Digo estipulado pela operadora ou seguradora, pois, embora a Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS) regule o tempo máximo dessas carências, são as operadoras/seguradoras que determinam o período dentro desse limite; um bom exemplo disso é a carência máxima estipulada pela ANS de 6 meses para consultas e exames simples, que normalmente são disponibilizados após 30 dias pela maioria dos planos de saúde, ou mesmo em 24 horas, por algumas.

É preciso entender que, apesar de tratar-se de saúde e cuidados com a vida, não podemos esquecer que estamos fechando um contrato, ou seja, existe a relação comercial entre o usuário e a empresa, que por sua vez objetiva obter lucro, caso contrário não teríamos nenhum plano ou seguro saúde no mercado.

Olhando por esse prisma, fica mais fácil compreender tudo que trato aqui. Você deve pensar num plano de saúde, como um seguro, isto é, como uma garantia de cobertura em uma eventual utilização, ou digamos, em uma possível situação de risco. Assim, não devemos pensar no plano de saúde como a solução para o pagamento daquela cirurgia ou daquele tratamento que estamos precisando e não temos dinheiro para custear.

Ao contratamos um plano de saúde sem a necessidade imediata de sua utilização, podemos aguardar os prazos estipulados, podemos iniciar tratamentos e até fazer a prevenção; é como muita gente nos diz “Pago pra não utilizar”. Mas, quando fazemos o plano pensando na cirurgia ou no tratamento, os prazos se tornam longos demais.
Vamos fazer uma análise fria da situação? Você consegue fazer o seguro de um carro que já está batido, ou que já tenha sido roubado? Antes de me chamar de frio e insensível, saiba que nesses 17 anos atuando no mercado de saúde, conheci e sofri com muitas pessoas, em diversas situações e, hoje, recomendo: “Faça um plano de saúde pensando na manutenção da sua saúde” e “Faça um bom plano de saúde”.

Fazer um bom plano de saúde é muito importante. Quantas vezes você comprou algo só por que era mais barato e depois se arrependeu? Existem maneiras de reduzir as mensalidades de seu plano de saúde, mas com certeza uma delas não é abrir mão de uma boa operadora ou seguradora. Procure saber sobre a abrangência de seu plano, se nacional ou regional, quais hospitais ele atende, quais você quer, tudo isso irá influenciar no preço de sua mensalidade. Abrindo mão de alguns privilégios você ainda pode ter um bom plano de saúde e pagar menos. O mais importante, penso eu, é não cair naquele corredor onde nem reclamar é possível.

No meu dia-a-dia, ao perguntar a algumas pessoas: “Você tem algum problema de saúde ou faz algum tipo de tratamento no momento?”, elas respondem: “Claro. Por isso, quero fazer um plano.”

Nesse caso, o usuário terá que esperar até 24 meses para ter a cobertura desejada, isso se ele for aceito no plano de saúde.

Será que isso é justo? Alguns me perguntam. Eu digo, “Não se trata de justiça, se trata de contrato, de um negócio entre você e uma operadora de saúde”.

Mandem suas dúvidas sobre planos de saúde, farei o possível para responder a todos.

Pergunte ao Dr.

Você tem alguma dúvida sobre doenças, tratamentos ou medicamentos?
Pergunte ao Dr.. Aqui você pode fazer uma pergunta e ter a resposta de vários profissionais da área médica.

Especialidades Médicas

  1. Acupuntura:ramo da medicina tradicional chinesa e um método de tratamento chamado complementar de acordo com a nova terminologia da OMS
  2. Alergia e Imunologia: diagnóstico e tratamento das doenças alérgicas e do sistema imunitário.
  3. Anestesiologia: estudo da dor e anestesia.
  4. Angiologia: é a área da medicina que estuda o tratamento das doenças do aparelho circulatório.
  5. Cancerologia (oncologia): é a especialidade que estuda os tumores malignos ou câncer.
  6. Cardiologia: estudo das doenças relacionadas com o coração.
  7. Cirurgia Cardiovascular: tratamento cirúrgico de doenças do coração.
  8. Cirurgia da Mão:
  9. Cirurgia de cabeça e pescoço: tratamento cirúrgico de doenças da cabeça e do pescoço.
  10. Cirurgia do Aparelho Digestivo: atua na cirurgia dos órgãos do aparelho digestório, como o esôfago, estômago, intestinos, fígado e vias biliares, e pâncreas.
  11. Cirurgia Geral: é a área que engloba todas as áreas cirúrgicas, sendo também subdividida.
  12. Cirurgia Pediátrica: cirurgia geral em crianças.
  13. Cirurgia Plástica:tratamento para correção das deformidades, má formação ou lesões que comprometem funções dos órgãos através de cirurgia de caráter reparador.
  14. Cirurgia Torácica: atua na cirurgia dos pulmões.
  15. Cirurgia Vascular: tratamento das veias e artérias, através de cirurgia.
  16. Clínica Médica (Medicina interna) : é a área que engloba todas as áreas não cirurgicas, sendo subdividida em várias outras especialidades.
  17. Coloproctologia: é a parte da medicina que estuda e trata os problemas do intestino grosso (cólon), sigmoide e doenças do reto, canal anal e ânus.
  18. Dermatologia: é o estudo da pele e suas doenças.
  19. Endocrinologia e Metabologia: é o tratamento das glândulas.
  20. Endoscopia: cirurgia abdominal, cirurgia videolaparoscópica e Cirurgia do trauma. Esta especialidade médica ocupa-se do estudo dos mecanismo fisiopatológicos, diagnóstico e tratamento de enfermidades passíveis de abordagem por procedimentos cirúrgicos.
  21. Gastroenterologia: é o tratamento do aparelho digestivo.
  22. Genética médica: é o estudo dos genes e de seu papel na herança das características paternais e maternais pela prole. A grande questão da genética nos dias de hoje e da medicina em geral são as células tronco e a clonagem humana.
  23. Geriatria: é o estudo das doenças do idoso.
  24. Ginecologia e obstetrícia: é o estudo do sistema reprodutor feminino.
  25. Hematologia e Hemoterapia: é o estudo dos elementos figurados do sangue (hemácias, leucócitos, plaquetas) e da produção desses elementos nos órgãos hematopoiéticos (medula óssea, baço, linfonódos).
  26. Homeopatia: é a prática médica baseada na Lei dos Semelhantes. (Considerado pseudociência pela comunidade científica por não apresentar provas científicas da sua eficácia.) 2 3 4 5 6 7 8
  27. Infectologia: estudo das causas e tratamentos de infecções (causadas por vírus, bacterias e fungos)
  28. Mastologia: tratamento de doenças da mama.
  29. Medicina de Família e Comunidade: é a área da medicina que se propõe a estudar o indivíduo enquanto ser inserido num contexto familiar e comunitário, nomeadamente integrado na sua família. Procura entender como este indivíduo se relaciona com os grupos sociais e estuda as doenças que o acometem através deste prisma. Trabalha preferencialmente com actividades de prevenção, mas também de uma Medicina de abordagem geral. Idealmente consegue resolver a vasta maioria das doenças de alta prevalência, seu principal objecto.
  30. Medicina do Trabalho: trata das doenças causadas pelo trabalho ou com este relacionadas.
  31. Medicina do Tráfego: manutenção do bem estar físico, psíquico e social do ser humano que se desloca, qualquer que seja o meio que propicie a sua mobilidade, cuidando também das interações deste deslocamento e dos mecanismos que o propiciam com o homem.
  32. Medicina Esportiva: vocacionada para a abordagem do atleta de uma forma global, suas áreas estendem-se desde a fisiologia do exercício à prevenção de lesões, passando pelo controlo de treino e resolução de todo e qualquer problema de saúde que envolva o praticante de desporto ou simplesmente, exercício físico.
  33. Medicina Física e Reabilitação: diagnóstico e terapêutica de diferentes entidades tais como doenças traumáticas, do sistema nervoso central e periférico, orto-traumatológica, cardio-respiratória.
  34. Medicina Intensiva: é o ramo da medicina que se ocupa dos cuidados dos doentes graves ou instáveis, que emprega maior número de recursos tecnológicos e humanos no tratamento de doenças ou complicações de doenças, congregando conhecimento da maioria das especialidades médicas e outras áreas de saúde.
  35. Medicina Legal e Perícia Médica (ou medicina forense): é a especialidade que aplica os conhecimentos médicos aos interesses da Justiça, na elaboração de leis e na adequada caracterização dos fenômenos biológicos que possam interessar às autoridades no sentido da aplicação das leis. Assim a Medicina Legal caracteriza a lesão corporal, a morte (sua causa, o momento em que ocorreu, que agente a produziu), a embriaguez pelo álcool ou pelas demais drogas, a violência sexual de qualquer natureza, etc.
  36. Medicina Nuclear: é o estudo imagiológico ou terapia pelo uso de radiofármacos.
  37. Medicina Preventiva e Social: se dedica à prevenção da doença ao invés de seu tratamento.
  38. Nefrologia: é a parte da medicina que estuda e trata clinicamente as doenças do rim, como insuficiência renal.
  39. Neurocirurgia: atua no tratamento de doenças do sistema nervoso central e periférico passíveis de abordagem cirúrgica.
  40. Neurologia: é a parte da medicina que estuda e trata o sistema nervoso.
  41. Nutrologia: diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças do comportamento alimentar.
  42. Oftalmologia: é a parte da medicina que estuda e trata os distúrbios dos olhos.
  43. Ortopedia e Traumatologia: é a parte da medicina que estuda e trata as doenças do sistema locomotor e as fraturas.
  44. Otorrinolaringologia: é a parte da medicina que estuda e trata as doenças da orelha, nariz, seios paranasais, faringe e laringe.
  45. Patologia: (derivado do grego pathos, sofrimento, doença, e logia, ciência, estudo) é o estudo das doenças em geral sob aspectos determinados. Ela envolve tanto a ciência básica quanto a prática clínica.
  46. Patologia Clínica/Medicina laboratorial
  47. Pediatria: é a parte da medicina que estuda e trata crianças.
  48. Pneumologia: é a parte da medicina que estuda e trata o sistema respiratório.
  49. Psiquiatria: é a parte da medicina que previne e trata ao transtornos mentais e comportamentais.
  50. Radiologia e Diagnóstico por Imagem: realização e interpretação de exames de imagem como raio-X, ultrassonografia, Doppler colorido, Tomografia Computadorizada, Ressonância Magnética, entre outros.
  51. Radioterapia: tratamento empregado em doenças várias, com o uso de raio X ou outra forma de energia radiante.
  52. Reumatologia: é a especialidade médica que trata das doenças do tecido conjuntivo, articulações e doenças autoimunes. Diferente do senso comum o reumatologista não trata somente reumatismo.
  53. Urologia: é a parte da medicina que estuda e trata cirurgicamente e clinicamente os problemas do sistema urinário e do sistema reprodutor masculino.

LAB SABIN

QD AOS 2 8 120 A SALA 120
(61) 3329-8000
ÁREA OCTOGONAL

HOSP. ALVORADA TAGUATINGA LTDA

QD QS 5 RUA 600 S N 1
(61) 4009-6300 AREAL
(ÁGUAS CLARAS)

Drogaria Economia

Medicamentos Genéricos e Cosméticos. Descontos de até 50% para usuários dos planos de SulAmérica, Bradesco Saúde, Amil Saúde e Caixa saúde. Consulte a lista de medicamentos participantes.

Tele entrega: (61) 3581-8119

QNM 18 Conj. A Lote 52 - PRAÇA DO CIDADÃO

Acesse: drogaria-economia.blogspot.com.br

CLIN. PACINI DE OFTALMOLOGIA

QD SEPS 715 915 BL. A ENTR. A

(61) 3214-4777 ASA SUL

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Dr. João Manoel

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Especialidades Médicas

  1. Acupuntura:ramo da medicina tradicional chinesa e um método de tratamento chamado complementar de acordo com a nova terminologia da OMS
  2. Alergia e Imunologia: diagnóstico e tratamento das doenças alérgicas e do sistema imunitário.
  3. Anestesiologia: estudo da dor e anestesia.
  4. Angiologia: é a área da medicina que estuda o tratamento das doenças do aparelho circulatório.
  5. Cancerologia (oncologia): é a especialidade que estuda os tumores malignos ou câncer.
  6. Cardiologia: estudo das doenças relacionadas com o coração.
  7. Cirurgia Cardiovascular: tratamento cirúrgico de doenças do coração.
  8. Cirurgia da Mão:
  9. Cirurgia de cabeça e pescoço: tratamento cirúrgico de doenças da cabeça e do pescoço.
  10. Cirurgia do Aparelho Digestivo: atua na cirurgia dos órgãos do aparelho digestório, como o esôfago, estômago, intestinos, fígado e vias biliares, e pâncreas.
  11. Cirurgia Geral: é a área que engloba todas as áreas cirúrgicas, sendo também subdividida.
  12. Cirurgia Pediátrica: cirurgia geral em crianças.
  13. Cirurgia Plástica:tratamento para correção das deformidades, má formação ou lesões que comprometem funções dos órgãos através de cirurgia de caráter reparador.
  14. Cirurgia Torácica: atua na cirurgia dos pulmões.
  15. Cirurgia Vascular: tratamento das veias e artérias, através de cirurgia.
  16. Clínica Médica (Medicina interna) : é a área que engloba todas as áreas não cirurgicas, sendo subdividida em várias outras especialidades.
  17. Coloproctologia: é a parte da medicina que estuda e trata os problemas do intestino grosso (cólon), sigmoide e doenças do reto, canal anal e ânus.
  18. Dermatologia: é o estudo da pele e suas doenças.
  19. Endocrinologia e Metabologia: é o tratamento das glândulas.
  20. Endoscopia: cirurgia abdominal, cirurgia videolaparoscópica e Cirurgia do trauma. Esta especialidade médica ocupa-se do estudo dos mecanismo fisiopatológicos, diagnóstico e tratamento de enfermidades passíveis de abordagem por procedimentos cirúrgicos.
  21. Gastroenterologia: é o tratamento do aparelho digestivo.
  22. Genética médica: é o estudo dos genes e de seu papel na herança das características paternais e maternais pela prole. A grande questão da genética nos dias de hoje e da medicina em geral são as células tronco e a clonagem humana.
  23. Geriatria: é o estudo das doenças do idoso.
  24. Ginecologia e obstetrícia: é o estudo do sistema reprodutor feminino.
  25. Hematologia e Hemoterapia: é o estudo dos elementos figurados do sangue (hemácias, leucócitos, plaquetas) e da produção desses elementos nos órgãos hematopoiéticos (medula óssea, baço, linfonódos).
  26. Homeopatia: é a prática médica baseada na Lei dos Semelhantes. (Considerado pseudociência pela comunidade científica por não apresentar provas científicas da sua eficácia.) 2 3 4 5 6 7 8
  27. Infectologia: estudo das causas e tratamentos de infecções (causadas por vírus, bacterias e fungos)
  28. Mastologia: tratamento de doenças da mama.
  29. Medicina de Família e Comunidade: é a área da medicina que se propõe a estudar o indivíduo enquanto ser inserido num contexto familiar e comunitário, nomeadamente integrado na sua família. Procura entender como este indivíduo se relaciona com os grupos sociais e estuda as doenças que o acometem através deste prisma. Trabalha preferencialmente com actividades de prevenção, mas também de uma Medicina de abordagem geral. Idealmente consegue resolver a vasta maioria das doenças de alta prevalência, seu principal objecto.
  30. Medicina do Trabalho: trata das doenças causadas pelo trabalho ou com este relacionadas.
  31. Medicina do Tráfego: manutenção do bem estar físico, psíquico e social do ser humano que se desloca, qualquer que seja o meio que propicie a sua mobilidade, cuidando também das interações deste deslocamento e dos mecanismos que o propiciam com o homem.
  32. Medicina Esportiva: vocacionada para a abordagem do atleta de uma forma global, suas áreas estendem-se desde a fisiologia do exercício à prevenção de lesões, passando pelo controlo de treino e resolução de todo e qualquer problema de saúde que envolva o praticante de desporto ou simplesmente, exercício físico.
  33. Medicina Física e Reabilitação: diagnóstico e terapêutica de diferentes entidades tais como doenças traumáticas, do sistema nervoso central e periférico, orto-traumatológica, cardio-respiratória.
  34. Medicina Intensiva: é o ramo da medicina que se ocupa dos cuidados dos doentes graves ou instáveis, que emprega maior número de recursos tecnológicos e humanos no tratamento de doenças ou complicações de doenças, congregando conhecimento da maioria das especialidades médicas e outras áreas de saúde.
  35. Medicina Legal e Perícia Médica (ou medicina forense): é a especialidade que aplica os conhecimentos médicos aos interesses da Justiça, na elaboração de leis e na adequada caracterização dos fenômenos biológicos que possam interessar às autoridades no sentido da aplicação das leis. Assim a Medicina Legal caracteriza a lesão corporal, a morte (sua causa, o momento em que ocorreu, que agente a produziu), a embriaguez pelo álcool ou pelas demais drogas, a violência sexual de qualquer natureza, etc.
  36. Medicina Nuclear: é o estudo imagiológico ou terapia pelo uso de radiofármacos.
  37. Medicina Preventiva e Social: se dedica à prevenção da doença ao invés de seu tratamento.
  38. Nefrologia: é a parte da medicina que estuda e trata clinicamente as doenças do rim, como insuficiência renal.
  39. Neurocirurgia: atua no tratamento de doenças do sistema nervoso central e periférico passíveis de abordagem cirúrgica.
  40. Neurologia: é a parte da medicina que estuda e trata o sistema nervoso.
  41. Nutrologia: diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças do comportamento alimentar.
  42. Oftalmologia: é a parte da medicina que estuda e trata os distúrbios dos olhos.
  43. Ortopedia e Traumatologia: é a parte da medicina que estuda e trata as doenças do sistema locomotor e as fraturas.
  44. Otorrinolaringologia: é a parte da medicina que estuda e trata as doenças da orelha, nariz, seios paranasais, faringe e laringe.
  45. Patologia: (derivado do grego pathos, sofrimento, doença, e logia, ciência, estudo) é o estudo das doenças em geral sob aspectos determinados. Ela envolve tanto a ciência básica quanto a prática clínica.
  46. Patologia Clínica/Medicina laboratorial
  47. Pediatria: é a parte da medicina que estuda e trata crianças.
  48. Pneumologia: é a parte da medicina que estuda e trata o sistema respiratório.
  49. Psiquiatria: é a parte da medicina que previne e trata ao transtornos mentais e comportamentais.
  50. Radiologia e Diagnóstico por Imagem: realização e interpretação de exames de imagem como raio-X, ultrassonografia, Doppler colorido, Tomografia Computadorizada, Ressonância Magnética, entre outros.
  51. Radioterapia: tratamento empregado em doenças várias, com o uso de raio X ou outra forma de energia radiante.
  52. Reumatologia: é a especialidade médica que trata das doenças do tecido conjuntivo, articulações e doenças autoimunes. Diferente do senso comum o reumatologista não trata somente reumatismo.
  53. Urologia: é a parte da medicina que estuda e trata cirurgicamente e clinicamente os problemas do sistema urinário e do sistema reprodutor masculino.